100 ANOS

A Tavares faz 100 anos e, por isso, esta é uma altura de celebrar. Celebramos não só esta data redonda, mas também a história e herança da Tavares. Uma história que se faz de família, de proximidade e de pessoas. Nesta campanha o espírito desta empresa centenária foi retratado de forma genuína e informal. Foi em volta da mesa, depois de um almoço repleto de risos e conversa, como são os almoços das famílias portuguesas.

A desordem da alegria do quotidiano, faz desta campanha o reflexo perfeito do que para nós representam estes 100 anos. Não são 100 anos de formalidade, mas sim um século de proximidade com os nossos clientes, partilhando com eles os mais variados momentos das suas vidas. Na Tavares acreditamos que as joias devem fazer parte de todos os momentos do quotidiano, até os mais descontraídos, que são quase sempre os mais felizes.

Historia

História da Tavares

Em 1922, Virgílio Aristides Tavares abriu pela primeira vez as portas da Ourivesaria Tavares, na Póvoa de Varzim. Pelo número 54 da Rua da Junqueira entraram muitas mulheres, que com os maridos no mar, depositavam no ouro toda a sua esperança e fé, tendo também nele um garante de sustento em tempos incertos.

As joias nunca foram só joias, sempre representaram algo maior e mais profundo. Compramos joias para assinalar conquistas, eternizar paixões e imortalizar memórias. Desde o primeiro dia que a Tavares sabe que, mais do que fazer joias, a sua missão é eternizar momentos.

Este respeito pela joalharia passou de geração em geração, com pilares tão bem alicerçados, que a morada nunca mudou. A história da Tavares escreve-se ao som do vento e das ondas da Póvoa de Varzim, mantendo o pulsar da tradição ao longo dos anos.

100 anos são sinónimo de herança, mas também de inovação. Nenhuma marca dura um século se não se souber reinventar. Com este centenário a  Tavares começa a escrever mais um capítulo. Um capítulo que pertence a este tempo, apesar de ter raízes profundas.

A joalharia faz parte do dia-a-dia de cada vez mais pessoas, sem barreiras geracionais e sem os protocolos rígidos de outrora. Não há altura mais emocionante para assinalar vitórias e conquistas com pedras preciosas, do que aquele que vivemos hoje. A nossa história só se escreve com as dos nossos clientes. Era assim em 1922 e é assim agora.